PUBLICIDADE

Notícias

Recomende esta página por E-mail






Danilo Gentili

O humorista e apresentador fala sobre a experiência de atuar no filme Mato sem cachorro, de Pedro Amorim, durante pré-estreia no Shopping Iguatemi Brasília!

27/09/2013 | Por Raquel Martins Ribeiro

Risada garantida

Leandra Leal (Zoé), Guto e Bruno Gagliasso (Deco) protagonizam Mato sem cachorro, filme de Pedro Amorim

Na noite desta quinta (26), os cinéfilos de Brasília prestigiaram a pré-estreia, da mais recente produção do cinema brasileiro, o filme Mato sem cachorro. Realizado pelo Shopping Iguatemi Brasília, o evento contou com a presença do diretor Pedro Amorim, da sua esposa e produtora do longa Malu Miranda, da atriz Gabriela Duarte e do apresentador e humorista Danilo Gentili. “É uma emoção muito grande poder estrear o filme aqui, na minha cidade, com a presença de tantos amigos e, principalmente, da minha família”, afirmou o diretor.

No primeiro longa-metragem de Pedro Amorim, a trama gira em torno do casal Deco e Zoé, que se conhecem após Deco atropelar Guto, um cãozinho que sofre com uma doença rara, e desmaia toda vez que fica muito animado. Os desmaios do cão, nas situações mais inesperadas, passam a ser responsáveis por grande parte das risadas e simpatia da plateia com a comédia. Atores renomados como Enrique Diáz, Bruno Gagliasso, Leandra Leal e Gabriela Duarte, participações inesperadas, como a da cantora Sandy Leah e do jornalista e apresentador Marcelo Tas, além de personalidades polêmicas, como os humoristas e apresentadores Rafinha Bastos e Danilo Gentili formam o elenco, que garante 101 minutos de muitas risadas.

Danilo Gentili como Leléo

Mesmo estreando nas telonas, Danilo Gentili afirma ter sido fácil compor o personagem. “”Eu não tive muita dificuldade porque o Leléo é um idiota, e eu já tenho experiência em fazer isso (risos)”. O humorista conta, ainda, não ter sido fácil conciliar seus compromissos, como as gravações do programa Agora é tarde, da Band, com as filmagens. ”Foi um período complicado. Foram alguns meses muito intensos. Eu tinha que gravar o programa diário em São Paulo e, nos fins de semana e nas minhas folgas, ir ao Rio de Janeiro para filmar. Durante as gravações de uma das cenas finais, tive que ir pra São Paulo pra gravar o Teleton e depois, ir pro Rio, novamente, para terminar de gravar a cena”, relata o apresentador, e completa. “Foi esse tipo de correria que eu vivi. Mas valeu a pena pois achei que o filme ficou bem legal, excelente mesmo, bem acima da média nacional, tá em outro patamar”, acredita.

Parte dessa euforia do apresentador vem da resposta que recebeu do público durante, e após a sessão. ”Foi demais ver a reação das pessoas durante a exibição. Eu vi que o público ria nas piadas e se divertia, entrava na expectativa do filme. É sensacional ver isso. Eu quero assistir mais algumas vezes em outros cinemas, nas cidades em que eu estiver, em São Paulo, pra ver a reação delas também.”

Mostrando que também faz autocrítica, Gentili conta o que não gostou de ver na produção. “Me achei horrível. Minha cara fica enorme na tela grande!”, fala, em tom de timidez, destoando do seu habitual humor ácido. Mato sem cachorro estreia no dia 4 de outubro, nas melhores salas do país. Vale conferir!

Confira o trailer:

« Mais notícias


Selecione uma dia para ver a agenda.
<< >>
DomSegTerQuaQuiSexSáb